A Difusora Bíblica foi fundada no dia 25 de fevereiro de 1955, tendo como primeira sede a Casa dos Capuchinhos em Beja. O seu principal objetivo, definido no documento de fundação,  é «difundir e dar a conhecer a Palavra de Deus, a Bíblia, por meio de edições...».

Além da edição da revista Bíblica, fundada na mesma data, a ação editorial iniciou-se com

a publicação dos Quatro Evangelhos, Novo Testamento (1960), Cartas de São Paulo, Cartas Católicas e Apocalipse, do Antigo Testamento Abreviado (1962) e da Bíblia Sagrada completa (janeiro de 1965), chegando a ser a maior da Europa no seu ramo. Também se estendeu à Liturgia, editando a preços muito populares o Missal BíblicoDominical e Festivo e depois o Missal Bíblico Diário e o Missal da Semana Santa, levando ao povo a reforma litúrgica do Concílio Vaticano II. Em 1961 já estava presente na Feira do Livro de Lisboa com um pavilhão próprio. A Bíblia foi sendo reformulada até uma edição de grande qualidade em 1998; ao todo, nesse ano, em 19 edições diferentes, tinha atingido a tiragem total de um milhão e cem mil exemplares.

Para a sequência do trabalho editorial em relação à Bíblia, veja Movimento de Dinamização Bíblica.

Mas, não apenas dos textos da Bíblia se ocupa a Difusora Bíblica. No início, como apoio aos “Colóquios Bíblicos”, editou alguns Manuais de introdução ao estudo propedêutico da Bíblia; em apoio à espiritualidade da época, chegou também a traduzir e editar a Imitação de Cristo e outros opúsculos preferencialmente de raiz bíblica e litúrgica. Hoje, os seus livros estão distribuídos em várias coleções, que pode consultar no catálogo.

Na sua origem, tal como na da revista Bíblica, esteve o carismático frei Inácio de Vegas, falecido em 2002 com 98 anos, que tinha como lema: «Mais palavra de Deus e menos palavras dos homens.» Dele falamos longamente noutro local frei Inácio de Vegas.

Por isso, a Difusora Bíblica é, naturalmente, uma Editora da Província Portuguesa dos Capuchinhos, e constitui, com o apostolado bíblico, uma das expressões mais visíveis dos Franciscanos Capuchinhos em Portugal.

Mantendo uma sucursal em Lisboa, em 1998 transferiu a sua sede para Fátima, num edifício próprio onde, além dos serviços administrativos relacionados com a Editora e a revista Bíblica, funciona uma Livraria e uma Biblioteca, a pré-impressão da revista e as instalações do Secretariado Nacional do Movimento de Dinamização Bíblica.


Produto foi adicionado com sucesso ao comparador!